Siga nossas redes sociais:

Um ataque de ransomware é o pior pesadelo para empresas

ataque de ransomware - Centric Solutions

Um ataque de ransomware é o pior pesadelo para empresas

Garantir que os dados da empresa estejam em segurança e protegidos das principais ameaças existentes no meio digital é fundamental para qualquer planejamento de TI. Entre elas, o ataque de ransomware merece destaque devido aos contratempos que eles podem representar.

Para tornar o tema ainda mais espinhoso, existem diversos tipos de vírus nessa categoria, o que torna a tarefa de manter os dados da empresa a salvo bastante desafiadora para os gestores.

No entanto, é possível evitar que esses ataques aconteçam tomando alguns cuidados básicos no dia a dia e conhecendo como essa ameaça age.

A seguir, você vai entender melhor o que é um ataque ransomware e porque ele pode ser um problema tão grande.

Acompanhe!

O que é um ataque de ransomware?

Um dos piores pesadelos para os departamentos de TI, o ataque de ransomware funciona literalmente como um sequestro das informações contidas em um dispositivo e até mesmo em toda a rede de um servidor. É daí que vem o seu nome, que é formado pelos termos em inglês “ransom”- que significa resgate- e software.

Isso quer dizer que, na maioria dos casos, o objetivo dos cibercriminosos é extorquir as vítimas solicitando altos valores para que os arquivos infectados possam ser acessados novamente. Caso contrário, esses arquivos permanecem criptografados e inacessíveis, e até mesmo sob o risco de serem perdidos se não houver acordo com os hackers.

Para garantir o anonimato, os pagamentos costumam ser exigidos em moedas virtuais. Além disso, não podemos descartar a possibilidade de o acesso não ser restabelecido mesmo depois de um eventual pagamento, já que você estará à mercê da palavra de criminosos.

Tudo isso coloca a vítima de um ataque de ransomware em uma situação bastante delicada. Portanto, os gestores devem estar sempre em estado de alerta contra essa indesejável ameaça, especialmente após as mudanças que ocorreram no período de pandemia- quando os dados de muitas empresas migraram para ambientes virtuais, os registros de infecções também aumentaram.

De acordo com um levantamento realizado pela empresa de segurança digital SonicWall, servidores e dispositivos localizados no Brasil sofreram mais de 33 milhões de tentativas de invasões por ransomware no ano de 2021.

Essa é uma estatística alarmante que demonstra que um ataque pode ocorrer a qualquer momento se as medidas de prevenção necessárias não forem aplicadas na rotina operacional.

Quais prejuízos um ataque de ransomware causa?

Quando uma empresa é vítima do ataque de ransomware, os problemas causados podem ser bastante significativos. Veja agora quais são os principais prejuízos que esse tipo de ameaça pode causar ao seu negócio.

Dados criptografados e inacessíveis

Imagine, de uma hora para a outra, perder completamente o acesso a dados fundamentais para as atividades do seu negócio, como informações financeiras, projetos em andamento, backups, aplicações e sistemas inteiros. Pois é exatamente isso que acontece com quem é vítima da infecção por ransomware.

Por meio de técnicas de criptografia, os criminosos responsáveis pela criação desses vírus impedem que os arquivos afetados sejam acessados por quem não detém a chave de acesso. Isso faz com que todo o fluxo de trabalho seja afetado e, muitas vezes, totalmente paralisado enquanto durar a infecção.

Altos custos de resgate

Após o impacto causado pela perda do acesso aos dados da empresa, é preciso avaliar os impactos financeiros causados pelo ataque de ransomware. O principal deles diz respeito aos próprios valores solicitados pelos criminosos- que costumam ser altos e podem representar um duro golpe para o caixa da empresa.

Entra ainda nessa conta os eventuais custos gerados pela impossibilidade de acesso aos dados, como atrasos nas demandas e até quebras de contrato que podem ocorrer nessa situação. Diante de problemas tão graves, não é incomum que esse tipo de ataque culmine, até mesmo, em um quadro de insolvência da empresa (especialmente para aquelas que não estão devidamente preparadas para lidar com as ameaças digitais).

Risco de perda de dados

Como já adiantamos, mesmo que o pagamento do resgate solicitado seja feito, é possível que a empresa não seja capaz de recuperar todos os dados comprometidos com o ataque de ransomware. Na verdade, existem levantamentos que apontam que menos de 10% daqueles que optam pelo pagamento do resgate conseguem restaurar o acesso aos arquivos de maneira integral.

Para piorar, existem casos em que, mesmo após o pagamento, os criminosos não liberam o acesso, fazendo com que a vítima caia em um novo golpe.

Como se prevenir de um ataque de ransomware?

Mesmo diante de tantas tentativas de invasão nos ambientes virtuais, é possível adotar medidas preventivas para manter as ameaças longe dos seus dispositivos e servidores. Essa é uma iniciativa que exige uma boa dose de planejamento e trabalho em equipe, já que um pequeno deslize pode representar a brecha que os programas maliciosos precisam para efetivar uma infecção.

É preciso ter em mente que esses ataques ocorrem pela exploração de falhas de segurança em redes e dispositivos, bem como por meio de portas de comunicação utilizadas por sistemas operacionais para transferência de dados. Por isso, é indispensável que todos os recursos de TI da empresa sejam atualizados de forma periódica com as soluções oferecidas por seus fabricantes.

Procure também manter a sua equipe de colaboradores sempre bem treinada e capacitada para identificar e prevenir situações de ameaça. Entre as ações básicas contra a infecção por vírus, é importante sempre se lembrar de:

  • conferir os remetentes de e-mails antes de abrir ou baixar anexos;
  • evitar acessar links suspeitos ou de fonte desconhecida;
  • verificar se as páginas acessadas na Internet contam com protocolo de segurança;
  • manter um antivírus corporativo com firewall e sempre atualizado;
  • realizar backups constantes e auditados;
  • desenvolver uma política de acesso a dados eficientes e;
  • instalar apenas softwares originais nos dispositivos da empresa.

Mesmo com todos esses cuidados, quando uma infecção por ransomware acontece, existem algumas alternativas às quais se pode recorrer em busca de uma solução. Muitos antivírus já estão preparados para lidar com esse tipo de situação, sendo capazes de quebrar a criptografia e restaurar o acesso aos dados.

Caso isso não seja possível, um backup atualizado pode ser o caminho para que a empresa passe por essa situação com os menores danos possíveis.

Quer saber mais sobre segurança da informação?

Então, aproveite para conferir agora o conteúdo que preparamos sobre compliance em TI e entenda a importância desse conceito para sua empresa!