Compliance em TI: como se adequar às boas normas?

Compliance em TI: como se adequar às boas normas?

Publicado em 3 de maio de 2021

Respeitar as regras e se adequar às boas práticas do setor é mais do que obrigação legal às empresas. Em um cenário de intensa competitividade econômica, torna-se questão altamente estratégica, principalmente quando o assunto é compliance em TI e a necessidade de ajustar sua estrutura tecnológica.

Não é exagero dizer que essa proposta impacta a rentabilidade e o desempenho do negócio. As organizações que colocam todos os processos em conformidade às normas que regulam o seu mercado de atuação têm novas oportunidades, melhoram sua imagem perante os stakeholders e ampliam a capacidade de estar atualizadas com todas as tendências.

Isso explica sua popularidade crescente. A última edição da pesquisa Maturidade do Compliance no Brasil, realizada pela consultoria KPMG em 2019, mostra que apenas 17% das corporações não contavam com um comitê de ética e de conformidade – esse indicador era de 30% quatro anos antes.

A preocupação com o compliance em TI já existia e desafiava o ambiente corporativo antes da pandemia de covid-19. A questão é que o avanço do novo coronavírus acelerou a transformação digital e praticamente obrigou as companhias a colocarem o tema como prioridade em seus planos.

É uma situação que exige planejamento e cuidado, ainda mais por envolver diferentes soluções tecnológicas. Afinal, além de estar adequado às normas que regulam o setor de atuação, é preciso garantir que cada recurso de TI existente no dia a dia também esteja em conformidade com entidades nacionais e internacionais.

Por que as empresas devem se preocupar com boas práticas?

A mesma pesquisa da KPMG indica que praticamente dois terços das empresas (63%) não conhecem e não aproveitam a tecnologia para apoiar iniciativas desse tipo. Esse cenário precisa mudar. O motivo é bem simples: a maioria dos processos e das tarefas realizadas pelas empresas depende de soluções de TI.

Não importa o porte, o segmento e até a quantidade de sistemas utilizados no dia a dia. O respeito às regras e ao compliance em TI vai esbarrar, em algum momento, nessas soluções. Imagine se, de repente, uma plataforma de gestão não esteja adequada à LGPD e colete dados sem anuência dos clientes. Pode trazer consequências graves ao negócio.

Portanto, é imprescindível que as organizações criem políticas de conformidade alinhadas à equipe de tecnologia para reduzirem erros e riscos. Além disso, é essencial identificar softwares que também utilizem esses mesmos conceitos em sua estrutura e operação.

Com adequar o compliance em TI na empresa?

Dois passos são fundamentais. O primeiro deles diz respeito ao monitoramento e à análise de todo o ativo de TI em seu ambiente corporativo. Em outras palavras: os gestores precisam ter um olhar geral e completo sobre tudo o que a tecnologia engloba e resolve em seus processos internos.

É uma prática vital em qualquer estratégia de compliance em TI, uma vez que auxilia os profissionais a controlarem a infraestrutura e tomarem decisões. Para isso, o recomendado é contar com os melhores recursos que auditam os processos e oferecem relatórios, permitindo visualizar e auditar os dispositivos de acordo com regras específicas.

Depois, é preciso dar um passo adiante: transformar a análise em uma rotina comum a todos, possibilitando a criação de uma cultura organizacional orientada à conformidade. Não adianta ter as melhores soluções para acompanhamento e adequação de boas práticas se, no fundo, trata-se de mero discurso de marketing em vez de uma preocupação legítima.

Somente com uma política clara de governança de TI é possível reduzir eventuais riscos e problemas que aparecem na infraestrutura tecnológica. Quando todos os colaboradores assimilam a importância de se atualizarem e conhecerem as regras que regem suas áreas, é mais fácil identificarem erros e, evidentemente, corrigi-los a tempo.

Conte com o melhor parceiro de tecnologia  

Ajustar o compliance em TI não é mais uma escolha dos gestores, tampouco assunto secundário no plano de negócios. Hoje, não faltam informações e ferramentas disponíveis para adequar a estrutura tecnológica, principalmente quando se incorpora essa visão em todas as soluções que a empresa utiliza.

Para que essa missão seja mais fácil, é imprescindível contar com parceiros confiáveis. A Centric Solution possui mais de uma década de experiência em gestão da informação e soluções em TI, trabalhando com as principais empresas do mercado e oferecendo uma equipe especializada para fazer o diagnóstico adequado ao negócio.

Como está o trabalho de compliance em sua empresa? Deixe sua dúvida para a gente e aproveite para conhecer o nosso catálogo de produtos e serviços!


Escreva um comentário

* Seu comentário aparecerá após a aprovação do moderador.

Fale com a Centric

Nosso canal com os profissionais de TI

Centric Academy