RXP: entenda o protocolo do Go-Global

RXP: entenda o protocolo do Go-Global

Publicado em 27 de julho de 2021

O fluxo de informações em uma corporação depende, principalmente, do bom funcionamento da Internet, que se baseia em protocolos para efetivar as comunicações entre as máquinas conectadas à rede. 

Vale destacar que é possível optar por mecanismos que ofereçam uma melhor experiência aos usuários, como o RXP – protocolo do Go-Global.

À medida que os funcionários têm mais condições de obter dados com rapidez e segurança, maiores são as chances de uma empresa alcançar um nível maior de produtividade e proporcionar serviços diferenciados ao público-alvo.

Neste artigo, vamos destacar uma série de fatores relevantes sobre como funciona o protocolo do Go-Global, com a intenção de ajudar você a explorar esse recurso com eficiência. Confira!

O que é o RXP no Go-Global

O RXP consiste em um protocolo proprietário adotado nas comunicações de dados cliente-servidor do Go-Global. Esse recurso foi desenvolvido na primeira metade dos anos 1990 e empregado na versão 1.x do Go-Global rodando em linhas seriais e no tráfego X11.

Esse protocolo foi criado para aperfeiçoar a conectividade com baixa largura de banda e se caracteriza por ser praticamente assíncrono. Ou seja, nem o servidor nem o cliente esperam por uma resposta do respectivo par.

Também vale destacar que o RXP atua com níveis de criptografia de 56 bits DES para 256-bit AES & RSA. Esse mecanismo é normalmente executado pela porta TCP 491, porém permite ser realizado por outras portas de dados compatíveis.

Diferentemente dos demais recursos para publicação de aplicativos, o Go-Global não adota a tecnologia de “swap de tela”, em que o conteúdo da tela é compactado de forma integral, sendo transmitido de maneira contínua para a tela do dispositivo remoto.

O Go-Global utiliza um método único e engenhoso para a captura de eventos. Dessa forma, o módulo cliente, responsável por executar no dispositivo do cliente, captura somente os movimentos de teclado e do mouse, encaminhando-os para o servidor central.

Este não retorna a tela toda e executa apenas as partes que sofreram alterações. Assim, acelera o redesenho e diminui bastante o trânsito de dados entre o servidor e os dispositivos remotos.

​Mais um ponto a ser destacado é que esta tecnologia se tornou um protocolo proprietário da GraphOn, denominado RXP. Além disso, consiste em uma evolução do protocolo X-Windows, oriundo do universo UNIX, protocolo pelo domínio da GraphOn.

O protocolo RXP pode ser denominado RAPID X PROTOCOL, ou protocolo X-Windows ágil. Isso acontece em virtude das melhorias feitas pela GraphOn, com base na familiaridade que tem com o antigo protocolo X-Windows.

​Quais os diferenciais da solução?

É perfeitamente compreensível buscar informações que justifiquem o investimento no RXP. Pensando nisso, vamos apresentar fatores que mostram que vale a pena apostar no mecanismo do Go-Global. Acompanhe!

Acesso a aplicações em qualquer plataforma

Uma das características mais marcantes dessa solução engloba a capacidade de funcionar em diversas plataformas. Ou seja, o RXP pode apresentar uma excelente performance não apenas no ambiente Windows, mas também em outros sistemas.

Ao apresentar essa versatilidade, o protocolo se mostra capaz de gerir soluções multiplataforma. Sem dúvida, é um ponto que merece ser levado em consideração pelos gestores de TI, porque ajuda a tornar os trabalhos mais dinâmicos. E isso é fundamental para elevar a produtividade de uma empresa em curto prazo.  

Segurança de dados

A segurança da informação é um dos fatores mais relevantes para o mundo corporativo no cenário atual. No Brasil, isso se tornou ainda mais evidente com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor no segundo semestre de 2020.

Afinal, a LGPD prevê multas pesadas, que podem chegar a R$ 50 milhões ou a 2% do faturamento bruto quando a organização não administrar corretamente os dados.

Para minimizar os riscos de invasão à rede institucional e de vazamento de informações, a arquitetura original GO-Global foi especificamente projetada para garantir que todas as ferramentas e dados sensíveis relacionados com ela tenham um alto nível de proteção por meio de um servidor central ligado a um firewall corporativo.

Aumento de velocidade

O acesso aos dados precisa ser o mais rápido possível, porque é uma maneira de a equipe ter mais condições de fazer entregas no prazo estipulado. Assim, a produtividade pode atingir o patamar esperado pelos gestores com facilidade.

Em razão disso, é válido contar com o Go-Global, que adota um protocolo RXP patenteado e capaz de atingir uma alta velocidade, facilitando a compreensão de dados pelos usuários, elementos fundamentais para proporcionar uma melhor experiência ao público-alvo.

Economia de tempo

A preocupação em reduzir tarefas que tomam o tempo dos colaboradores faz parte da rotina dos líderes. Esse fator justifica apostar no Go-Global, que se caracteriza por ser uma solução de custo baixo para a entrega remota de aplicativos.

Esse mecanismo propicia não haver gastos adicionais para a aquisição de equipamentos ou códigos para serem reescritos. Isso ocorre porque utiliza a tecnologia “plug and play” que economiza tempo para a instalação de ferramentas necessárias para o dia a dia dos funcionários.

Eliminação de Citrix e Windows Terminal Server

Com um protocolo RXP eficiente, as empresas também podem contar com um ambiente mais favorável para elevar o nível de eficiência de gastos com Tecnologia da Informação.

Essa ação se torna possível com GO-Global para o Windows, porque esse recurso evita investimentos pesados em infraestrutura e em licenciamentos, como Windows Terminal Server ou Citrix XenApp.

Economizar recursos financeiros e manter o ambiente de trabalho com condições para a equipe ser mais ágil e eficiente são iniciativas primordiais para uma empresa continuar   competitiva e voltada para a inovação. 

Saiba mais sobre a solução Go-Global e o protocolo RXP na Centric

Com a expansão do trabalho remoto em virtude da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), as companhias devem proporcionar uma maior mobilidade para os colaboradores. Uma alternativa para isso se tornar realidade é contar com parceiros que prezam pela eficiência e foco em resultados.

Um bom exemplo disso é a Centric que conta com uma solução Go-Global com protocolo RXP bastante avançada. Afinal, ela permite o acesso a todas as aplicações corporativas de forma remota, com um excelente retorno de investimento. 

Se está em busca de opções para tornar o seu negócio mais dinâmico, entre em contato conosco agora mesmo. Estamos à disposição para ajudar a sua empresa a estar mais conectada com as melhores práticas do mercado.


Escreva um comentário

* Seu comentário aparecerá após a aprovação do moderador.

Fale com a Centric

Nosso canal com os profissionais de TI

Centric Academy